quinta-feira, 26 de maio de 2011

o fórum

Venho por meio desta... propor um fórum nacional para estipular algumas regras de convívio, aproximação e outras de cunho sexual entre homens e mulheres.
Acontece que tenho lido alguns blogs escritos por mulheres. Na verdade sempre li o que mulheres escrevem, porém ultimamente tenho notado que as Marthas Medeiros mirins estão confusas, deitando nos divãs da escrita, tanto quanto nós homens estamos há muito tempo, em virtude da revolução feminina que nos assola desde a invenção do anticoncepcional.
Proponho um encontro com várias lideranças, ou não, homens e mulheres que possam escrever uma Carta, um Acordo para o bem comum. Pensei em Fernando de Noronha, o que acham? Mas topo qualquer outro lugar paradisíaco do nosso litoral.
Deveremos nos manter sóbrios durante os debates, até a formulação do Acordo de Noronha. Isso deve demorar uns dois dias, no máximo. Depois, precisamos de umas duas semanas de convívio intenso (festas, fodas e eventos sociais). O período do encontro deve ser suficiente para que enfrentemos algumas turbulências (TPM's) em conjunto.
Os principais debates devem girar em torno do estabelecimento de regras que definam os limites (até onde ir, o que significa convidar para jantar, apresentar a família), que padronizem gestuais (braços cruzado, cotovelo na mesa, mãos no bolso, coçada no saco) e vestimentas (mini-saias, calcinhas vermelhas). Nos dias atuais, nós homens não sabemos nossos limites, até onde podemos ir, se uma guria está ou não dando bola.
Vou explicar aos mais novos como era mais fácil no passado: os homens ficavam num canto do salão, as mulheres noutro, os homens tiravam a mulher para dançar, eles conversavam, se houvesse afinidade eles se conheciam melhor, depois namoravam, depois noivavam, depois casavam e finalmente trepavam. As variações existiam, mas com o passar do tempo modificaram-se bastante, a ponto deses dias o Roger comer uma desconhecida que após o sexo continuou uma desconhecida, pode isso? Os relacionamentos estão embaralhados de vez.
Em churrascos de amigos, nos perguntamos o que leva uma moça a passar horas se produzindo, arrumando penteados, passando pós e cremes cheirosos, calçando saltos desconfortáveis e enfiando calcinhas minúsculas e também desconfortáveis para simplesmente desfilar em uma festa.
Mulheres se vestem mesmo para mulheres? Por que não olham nos olhos, por que não correspondem a investidas? Passar a mão no cabelo quer dizer alguma coisa? Mulheres podem tomar a iniciativa? Devem tomar a iniciativa? Por isso esse fórum é de grande valia. Precisamos entendê-las antes que o mundo vire gay de vez. Precisamos de uma verba para organizar esse evento. Será que o Bolsonaro consegue essa verba pra nós?

3 comentários:

  1. eu topo! acho muito válido, precisamos mesmo estabelecer algumas diretrizes hahahaha ando bem perdida!

    bjooo

    ResponderExcluir